Primeiro álbum de The Doors completa 50 anos

4 Jan, 2017
2086 Visitas

Nesta quarta-feira, 4 de janeiro de 2017, completam-se 50 anos desde que o primeiro álbum de uma das bandas mais icónicas de sempre, The Doors, foi editado. O álbum “The Doors” saiu neste dia, em 1967, com o selo da Elektra Records e marcou o início da jornada da banda liderada por Jim Morrison no rock psicadélico com uma pitada de blues – som que marcou as décadas de 1960 e 1970.

Os elementos da banda, em 1971. Copyright: The Doors/Instagram

O primeiro trabalho que marcou uma geração foi gravado nos estúdios da Sunset Sound, Hollywood, Califórnia, Estados Unidos da América, e vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo. A produção do disco constituído, entre outros, pelas músicas “Light My Fire”, “Break on Through ou “Soul Kitchen” ficou à responsabilidade do norte-americano Paul A. Rothchild – o mesmo que produziu o último álbum da saudosa Janis Joplin, “Pearl”.

Para assinalar a data, será lançada a edição deluxe “The Doors: 50th Anniversary”. Trata-se de um conjunto de 3 CD/LP que estará disponível a partir de 31 de março.

O sucesso comercial não foi imediato, mas o álbum acabou por ser considerado o melhor de 1967, depois de alcançar a segunda posição do top da Billboard, enquanto “Light My Fire” alcançou o topo da classificação dos singles daquele ano.

“The End”, refira-se, composta por 11 minutos e celebrizada para sempre por Francis Ford Coppola, no filme “Apocalypse Now”, também faz parte deste primeiro álbum.

Cinco décadas depois, o álbum de estreia da banda de Morrison, Ray Mazarek, Robby Krieger e John Densmore, continua a ser adorado pelos fãs, certamente. Mais, em 2012 a revista Rolling Stone considerou o álbum “The Doors” o 42.º melhor álbum da história da música, numa lista intitulada de “Os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos”. E em 2015, este álbum foi selecionado pelo Congresso norte-americano para integrar o Registo Nacional de Gravação – um arquivo que preserva o som de momentos, cultural e historicamente, importantes na vida dos Estados Unidos da América.

Recorde aqui o álbum: