Novo romance de Paul Auster publicado no fim de janeiro

5 Jan, 2017
284 Visitas

Autor:
Agência Lusa

O novo romance de Paul Auster, “4 3 2 1”, vai ser publicado em Portugal, no próximo dia 31, em simultâneo com as edições de língua inglesa, anunciou fonte editorial na quarta-feira.

“4 3 2 1” é o primeiro romance de Paul Auster em sete anos, e será publicado com a chancela da Asa, no âmbito da celebração dos 70 anos do escritor norte-americano, já várias vezes apontado pelas casas de apostas como provável Prémio Nobel da Literatura.

A edição deste novo título, traduzido para português por Luís Rodrigues dos Santos, celebra também os 30 anos da publicação do seu primeiro romance, o policial “Squeeze Play”, editado sob pseudónimo de Paul Benjamin.

Segundo nota da editora do grupo LeYa, “4 3 2 1” é “a criação de um autor no auge do seu talento, um testemunho de paixão pelo realismo, pela história e a própria vida”.

“Um ‘tour de force’ absolutamente inesquecível. A épica história de Archibald Isaac Ferguson, a quem são dados quatro caminhos ficcionais diferentes, quatro direções possíveis: quatro vidas paralelas e absolutamente diferentes, mercê das circunstâncias, do acaso e das escolhas”, acrescenta a editora.

A personagem de ficção Archibald Isaac Ferguson, filho único de Rose e Stanley Ferguson, tem por local de nascimento a cidade natal de Newark, Nova Jérsia, e a data de nascimento de 03 de março de 1947.

Paul Auster nasceu a 03 de fevereiro de 1947, em Newark, nos Estados Unidos.

O autor conta “com milhões de livros vendidos em todo o mundo”, tendo vendido, só em Portugal, “mais de 220 mil exemplares”.

“Sunset Park”, o seu anterior romance, foi publicado em 2010, tendo entretanto, o autor publicado os livros de não-ficção “Diário de Inverno” e “Relatório do Interior”, respetivamente em 2012 e 2013.

Entre outras distinções, recebeu, em 2012, o NYC Literary Honor for Fiction, da cidade de Nova Iorque, o Prémio Príncipe das Astúrias de Literatura, em 2006, o Prémio Médicis, por ” Leviatã”, melhor romance estrangeiro publicado em França, em 1993.

Foi distinguido com o grau de Comendador da Ordem das Artes e das Letras de França, em 2007, tendo, em junho de 2010, recebido a Medalha da Cidade de Paris.

O autor de “Leviatã” e “Mr. Vertigo” e “Trilogia de Nova Iorque” é membro da Academia norte-americana de Artes e Letras e da de Artes e Ciências.