Metro de Santiago do Chile vai preencher 60% das suas necessidades energéticas com renováveis

12 Jul, 2017
865 Visitas
Cargo

Autor:

O sistema de metro de Santiago do Chile irá em breve preencher até 60% das suas necessidades energéticas a partir de fontes de energia renováveis. Transportando 2,4 milhões de pessoas todos os dias, o metro vai receber 42% da sua energia através de um projeto de energia solar, enquanto os restantes 18% virão de um projeto de energia eólica. Ambos os projetos estão localizados no deserto de Atacama.

Há algum tempo atrás, o Metro de Santiago assinou um contrato de compra de energia de 15 anos com o projeto de energia solar “El Pelícano”, de 100 megawatt, desenvolvido pela SunPower Corp e a Total. Este deverá fornecer 300 GWh de eletricidade ao sistema todos os anos.

Um projeto de energia eólica localizado a norte do El Pelícano também fornecerá eletricidade ao sistema de metro.

Estes acordos de compra de energia renovável a longo prazo não só fornecem eletricidade a baixo custo, mas são também uma excelente notícia para empresas como a SunPower, que sobrevive num mercado altamente competitivo e em desenvolvimento como o Chile.

O negócio deverá fazer do Metro de Santiago o primeiro sistema de transportes públicos do mundo a operar principalmente através de energia solar.

Cada vez mais cidades estão a fazer a transição dos seus sistemas de metro para energia renovável.