Londres excede limite anual de poluição atmosférica na primeira semana de 2017

10 Jan, 2017
2297 Visitas
istock-178876711

Autor:

De acordo com a CNN, que cita o Mayor Sadiq Khan, Londres excedeu os seus limites anuais de poluição do ar apenas cinco dias depois de entrar em 2017.

Uma estação de monitorização da qualidade do ar em Brixton Road, no sul de Londres, começou a registar níveis de dióxido de azoto acima do limite estabelecido no início da passada quinta-feira, continuando a fazê-lo para além do limite legal de 18 horas, de acordo com dados do King’s College London, analisados pela CNN.

O dióxido de azoto é um gás emitido por motores a diesel que pode causar doenças pulmonares e problemas respiratórios.

As diretivas da União Europeia estipulam que a concentração máxima de dióxido de azoto equivalente a 200 microgramas por metro cúbico não deve ser ultrapassada durante mais de 18 horas ao longo do ano.

De acordo com a CCN, a estação de Brixton Road mediu a sua 19ª hora acima do limite às 21 horas de quinta-feira.

Simon Birkett, fundador e diretor da campanha Clean Air em Londres, disse à CNN que “as concentrações diárias de dióxido de azoto atingiram uns incríveis 347,7 microgramas por metro cúbico em Brixton Road às 21h”.

De acordo com o The Guardian, o Mayor da cidade, por sua vez, anunciou que instalará em Londres dez “zonas de autocarros de baixa emissões”, a fim de melhorar a qualidade ambiental em algumas das ruas mais contaminadas da capital. Mais, até 2019, Khan pretende introduzir uma “zona de emissões ultra baixas” no centro de Londres, onde todo os veículos terão que cumprir rigorosos critérios de emissão de gases poluente, ou pagarão uma taxa diária.

Espera-se que com estas medidas seja possível diminuir em 84% dos níveis alcançados atualmente pelo NO2.

No ano passado, o limite anual de poluição atmosférica foi excedido em apenas oito dias, em Putney High Street, no sudoeste de Londres, de acordo com a London Air, uma rede de monitorização administrada pelo King’s College.

Fonte:
CNN