Iémen: Número de mortes causadas pela cólera continua a aumentar

10 Jul, 2017
452 Visitas
iStock-490400070

Autor:

O número de mortos continua a aumentar no Iémen, onde um surto de cólera se tem vindo a espalhar nos últimos meses, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Segundo o último comunicado da OMS, entre 27 de abril e 5 de julho foram contabilizados 275.987 casos suspeitos de cólera e 1.634 óbitos causados pela doença. Crianças com menos de 15 anos representam 41% desses casos, e pessoas com mais de 60 anos representam 33% das mortes.

A OMS já tinha apontado que se trata do “pior surto de cólera no mundo”.

A cólera é causada pela ingestão da bactéria “Vibrio cholerae”, geralmente através de água ou alimentos contaminados com fezes. Oitenta por cento das pessoas com cólera não apresentam sintomas, mas podem transmitir a doença a outras pessoas. Aqueles que desenvolvem sintomas apresentam diarreias que podem levar à morte por desidratação.

Cerca de 14,5 milhões de pessoas no Iémen não têm acesso a água limpa e saneamento, de acordo com a OMS. Todos, exceto dois dos governadores da nação, foram atingidos pelo surto.

A OMS já estabeleceu parcerias com o Fundo das Nações Unidas para as Crianças e as autoridades locais de saúde para fornecer medicação e ajuda para combater o surto.

A guerra civil do Iémen revelou-se um dos grandes entraves ao combate à doença. Além disso, grande parte dos médicos fugiu quando o conflito se intensificou ao longo nos últimos dois anos.