Google vai alimentar datacenter holandês a energia solar

10 Jul, 2017
317 Visitas
servidores

Autor:

Durante a próxima década, a Google vai comprar toda a eletricidade gerada pelo maior parque solar da Holanda com o objetivo de alimentar um datacenter recentemente inaugurado, que abriga milhares de servidores.

O anúncio surgiu durante a semana passada por parte do fornecedor de energia Eneco e da própria gigante tecnológica.

Este plano faz parte do grande objetivo da Google para 2017: passar a alimentar todos os seus datacenters e escritórios inteiramente a energia renovável.

O contrato com a Eneco, sobre o qual não foram divulgados detalhes financeiros, fornecerá energia renovável para “muitos meses, talvez até anos”, disse o manager de energia da Google para a Europa, Marc Oman.

Ajudado pela queda acentuada dos preços da energia eólica e solar, o acordo surge numa altura em que a Holanda tenta aumentar a sua produção de energia renovável com um investimento de cerca de 12 mil milhões de euros em parques eólicos offshore.

O datacenter “Eemshaven”, que custou cerca de 600 milhões de euros e abriu em 2016, é um dos quatro que a Google opera na Europa.

O parque solar “Sun Park Delfzijl” ostenta uma instalação de 30 MW que abrange 30 hectares, possui 123 mil painéis solares e pode gerar 27 GWh de energia solar por ano.

Fonte:
PV-Magazine