Conheça os vencedores da 74.ª edição dos Golden Globe

9 Jan, 2017
1533 Visitas

Na noite de domingo, 8, realizou-se a 74.ª edição de Golden Globes (Globos de Ouro), a partir do hotel The Beverly Hilton, em Beverly Hills, California, Estados Unidos da América. Na gala apresentada por Jimmy Fallon, que homenageou e premiou os melhores do cinema e da televisão norte-americana, ao longo de 2016, o músical “La La Land” foi o grande vencedor da noite, estabelecendo o recorde de estatuetas atribuídas numa só gala. Foram sete globos para o filme de Damien Chazelle, que também recebeu um para a Melhor Realização. Ryan Gosling e Emma Stone, os protagonistas do musical, também foram premiados – Melhor Ator, masculino e feminino respetivamente, na categoria de comédia ou musical.

Ainda assim, o grande momento da noite – considerado pela imprensa internacional, de acordo com o The Guardian – foi a critíca da atriz Meryl Streep, dirigida ao presidente eleito Donald Trump, pela desconsideração mostrada ao jornalista do New York Times, Serge Kovaleski. Todo o auditório ouviu a atriz num silêncio ensurdecedor. Refira-se que Meryl Streep, foi a palco receber o Prémio Carreira – Cecil B DeMille Lifetime Achievement Award.

Voltando aos prémios, “La La Land” – estreia em Portugal a 26 de janeiro – é um tributo nostálgico aos musicais da época dourada de Hollywood e foi considerado o melhor filme na categoria de comédia ou musical. O filme venceu ainda os prémios de Melhor Argumento (Damien Chazelle), Melhor Banda Sonora original (Justin Hurwitz) e Melhor Canção (“City of Stars”).

O prémio mais importante da noite – o Melhor Filme, na categoria Drama – foi para “Moonlight”, a primeira longa-metragem de traços biográficos de Barry Jenkins.

Casey Affleck venceu na categoria de Melhor Ator de drama, pelo desempenho em“Manchester by the Sea”, e Isabelle Huppert na mesma categoria feminina, pelo desempenho em “Elle”, filme que conquistou também o galardão de Melhor Filme Estrangeiro.

Os prémios de Melhor atriz e Ator secundários foram para Viola Davis (“Fences”) e Aaron Taylor-Johnson (“Nocturnal Animals”), respetivamente.

Quanto à caixa mágica, que é a televisão, os prémios foram mais disputados: “The Crown“, produção da Netflix, venceu a categoria de Melhor Série Dramática e “Atlanta” a Melhor Série de Comédia.

O Melhor Ator em Série Dramática foi Billy Bob Thornton (“Goliath”) e a atriz Claire Foy (“The Crown”). Na comédia, as interpretações de Donald Glover (“Atlanta”) e Tracee Ellis Ross (“black-ish”) foram merecedoras de distinção.

A minissérie “The Night Manager”, inspirada numa obra de John Le Carré, conquistou três dos quatro prémios para que estava nomeada: Melhor ator de minissérie/telefilme (Tom Hiddleston), Melhor Ator Secundário de série/telefilme (Hugh Laurie) e Melhor Atriz Secundária de série/telefilme (Olivia Colman).

É a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, refira-se, que atribui estes prémios, numa gala transmitida neste ano pela NBC, e que são considerados um prenúncio dos Oscars.

 

Eis a lista completa dos vencedores dos prémios Globos de Ouro de 2016:

Cinema:

Melhor drama: “Moonlight”

Melhor comédia/musical: “La La Land”

Melhor realizador: Damien Chazelle, “La La Land”

Melhor ator de drama: Casey Affleck, “Manchester by the Sea”

Melhor atriz de drama: Isabelle Huppert, “Elle”

Melhor ator de comédia/musical: Ryan Gosling, “La La Land”

Melhor atriz de comédia/musical: Emma Stone, “La La Land”

Melhor ator secundário: Aaron Taylor-Johnson, “Nocturnal Animals”

Melhor atriz secundária: Viola Davis, “Fences”

Melhor filme estrangeiro: “Elle”

Melhor filme de animação: “Zootopia”

Melhor argumento: Damien Chazelle, “La La Land”

Melhor banda sonora original: Justin Hurwitz, “La La Land”

Melhor música original: “City of Stars”, “La La Land”

Televisão:

Melhor série dramática: “The Crown”

Melhor ator de drama: Billy Bob Thornton, “Goliath”

Melhor atriz de drama: Claire Foy, “The Crown”

Melhor série de comédia: “Atlanta”

Melhor ator de comédia ou musical: Donald Glover, “Atlanta”

Melhor atriz de comédia ou musical: Tracee Ellis Ross, “black-ish”

Melhor minissérie/telefilme: “The People vs O.J. Simpson”

Melhor ator de minissérie/telefilme: Tom Hiddleston, “O gerente da noite”

Melhor atriz de /minissérie/telefilme: Sarah Paulson, “The People vs O.J. Simpson”

Melhor ator secundário de série/minissérie/telefilme: Hugh Laurie, “O gerente da noite”

Melhor atriz secundária de série/minissérie/telefilme: Olivia Colman, “O gerente da noite”

Prémio Carreira Cecil B. DeMille: Meryl Streep