China falhou lançamento de foguetão

4 Jul, 2017
523 Visitas

A China falhou no domingo o lançamento do foguetão Long March-5 Y2, que segundo o Governo chinês transportava o satélite mais pesado do mundo até à Lua, informou a agência de notícias chinesa Xinhua.

A agência noticiosa chinesa referiu que o falhanço no lançamento do foguetão deveu-se a “uma anomalia durante o voo”. O Long March-5 Y2 descolou ao início da noite de domingo, 2, a partir de Wenchang Space Launch Center, na província de Hainan, no sul da China, mas acabou por explodir. O foguetão transportava o satélite de comunicações Shijian-18.

No vídeo da transmissão do lançamento do foguetão uma voz indica que tudo está a correr bem. Ainda assim não se sabe se o foguetão chegou a entrar em órbita, antes de explodir.

Especialistas vão agora investigar as causas do falhanço do lançamento do Long March-5 Y2.

O foguetão Long Marc-5 Y2 deveria levar a última sonda lunar da China para a Lua ainda este ano e regressar à terra com amostras, mas com o falhanço do lançamento os planos do programa espacial chinês poderão ser afetados.

Vários lançamentos do Long March-5 estavam agendados para preparar a sonda lunar da China, a estação espacial tripulada e as missões para Marte, de acordo com a Xinhua.

Segundo a agência Reuters, o programa espacial chinês é uma das prioridades máximas do presidente da China, Xi Jinping, para fortalecer a segurança e a defesa nacionais. O Governo chinês já fez saber que se trata de uma iniciativa puramente pacífica.

Em junho, a agência oficial do estado chinês informou, citando um funcionário do programa, que o objetivo máximo do programa espacial chinês é colocar o homem na lua.

O programa espacial da China tem-se desenvolvido sem grandes obstáculos, embora ainda esteja alguns patamares abaixo dos programas espaciais dos Estados Unidos da América e da Rússia.

Em 2003, a China tornou-se no terceiro país a colocar um homem no espaço utilizando um foguetão próprio. Rússia e Estados Unidos da América foram os primeiros países a chegar ao espaço e á Lua.