Carolina Herrera e Oscar de la renta chegam a acordo quanto a Laura Kim

9 Jan, 2017
1741 Visitas

As empresas de moda Oscar de La Renta e Carolina Herrera – duas das mais importantes da indústria – chegaram a acordo na disputa judicial acerca do emprego do designer Laura Kim. De acordo com a WWD, o acordo, apesar da confidencialidade dos termos, é mais favorável à Oscar de La Renta, visto que Kim poderá continuar como diretora co-criativa da marca norte-americana, com Fernando Garcia.

Laura Kim, que trabalhou na Carolina Herrera, tinha sido escolhida para a direção criativa de Oscar de La Renta, em setembro. Porém, em dezembro, a marca, fundada pela venezuelana Herrera, alegou que Kim violara uma cláusula contratual que a impedia de colaborar com uma marca concorrente durante os primeiros seis meses após deixar a Carolina Herrera.

“Carolina Herrera Ltd, Oscar de La Renta LLC e Laura Kim chegaram a um acordo no decorrer da ação judicial imposta pela Carolina Herrera Ltd”, pode ler-se no comunicado das duas marcas, citado pela WWD. Mais, “os termos do acordo são confidenciais, sendo que Laura Kim mantém a sua ligação à Oscar de La Renta LLC sob as condições determinadas e acordadas por todas as partes”.

Nenhuma das marcas procurou comentar as alegações feitas por Laura Kim que indicou que Carolina Herrera estava a preparar-se para afastá-la da marca, sem o seu conhecimento. Segundo a WWD, foi ao descobrir esse fato que Kim abandonou a marca homónima da estilista venezuelana.

A notícia de que que Kim poderia estrear-se ao lado de Fernando Garcia no desfile de outono/inverno 2017 da Oscar de la Renta, em fevereiro, durante a Semana da Moda de Nova Iorque, terá estado na origem da ação de Carolina Herrera. A dupla Kim/Garcia sucedeu a Peter Copping, que deixou a direção criativa da marca em julho de 2016.

Laura Kim, refira-se, já havia colaborado com a marca norte-americana ao longo de 12 anos, antes de sair para a Carolina Herrera em janeiro de 2016.